Ex-chefe de Serviços Secretos do Rwanda encontrado morto na África do Sul

Cidade do Cabo, África do Sul (PANA) - O antigo chefe dos Serviços de Inteligência Externa do Rwanda, coronel Patrick Karegeya, foi encontrado morto estrangulado num hotel de Luxo de Joanesburgo, na África do Sul.

A Polícia sul-africana ainda não comentou o caso, mas o partido do Congresso Nacional do Rwanda  (RNC, sigla em inglês) revelou num comunicado que o corpo do coronel Patrick Karegeya foi descoberto num hotel onde se encontrava para uma reunião.

O presidente do RNC, Frank Ntwali, afirmou que Karegeya foi estrangulado por agentes do Presidente (rwandês) Paul Kagamé.

O seu corpo foi encontrado em Michelangelo Towers, um hotel de luxo situado no norte da cidade.

Não se sabe ainda se foi morto terça-feira à noite ou quarta-feira.

O coronel Karegeya foi de 1994 a 2004 diretor-geral da Inteligência Externa no seio das Forças de Defesa Rwandesas.

Foi despojado do grau militar de coronel em 2006 por um tribunal militar antes de fugir do país em 2007.

O Presidente rwandês declarou mais tarde que o homem trabalhava para os Serviços Secretos sul-africanos.

Faustin Kayumba Nyamwasa, uma outra personalidade rwandesa exilada na África do Sul, sobreviveu a duas tentativas de assassinato em junho de 2010.

-0- PANA CU/SEG/NFB/JSG/MAR/IZ 02jan2014

02 Janeiro 2014 11:15:05


xhtml CSS