Ex-Presidente ganense lidera missão de observação da CEDEAO na Libéria

Monrovia, Libéria (PANA) - O ex-Presidente do Gana, John Mahama, à frente duma missão de observação eleitoral de 71 membros da Comunidade dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), chegou à Libéria quinta-feira, para observar as eleições presidenciais e legislativas de 10 de outubro.

Mahama, último Presidente cessante do Gana, que perdeu as eleições de 2016, vai conduzir os observadores da CEDEAO para uma missão pré-eleitoral, eleitoral e pós-eleitoral.

Vinte e um observadores a longo prazo da CEDEAO já estão desdobrados na Libéria e divididos  pelas 15 circunscrições políticas do país.

A eles juntar-se-ao 50 observadores a curto prazo que chegam à Libéria no final de semana, numa equipa que vai trabalhar sob a direção do ex-Presidente Mahama.

A CEDEAO manteve uma presença ativa na Libéria desde que ajudou o país a encontrar a paz depois de 14 anos duma guerra civil sangrenta que fez mais de 250 mil mortos e centenas de milhões de bens destruídos.

La CEDEAO a maintenu une présence active au Liberia depuis qu'elle a aidé le pays à retrouver la paix après 14 années d'une guerre civile sanglante qui a fait plus de 250.000 morts et des centaines de millions de biens détruits.

A organização sub-regional desdobrou milhares de soldados durante o conflito liberiano e depois dirigido os esforços de paz que desembocaram na organização das terceiras eleições democráticas na Libéria.

L'organisation sous-régionale a déployé des milliers de soldats au plus fort du conflit libérien et a par la suite dirigé les efforts de paix qui ont abouti à la tenue des troisièmes élections démocratiques au Liberia.

A CEDEAO tem um embaixador designado para supervisionar as suas atividades na Libéria.

La CEDEAO a un ambassadeur désigné pour superviser ses activités au Liberia.

A Missão de Observação da CEDEAO vai acrescentar-se às da União Europeia, da União Africana, do Centro Carter e do Instituto Nacional Democrático, bem como as dezenas de grupos de observadores locais.

La mission d'observation de la CEDEAO va s'ajouter à celles de l'Union européenne, de l'Union africaine, du Centre Carter et du National Democratic Institute, ainsi qu'aux dizaines de groupes d'observateurs locaux, entre autres.
-0- PANA PTK/VAO/FJG/IS/SOC/MAR06out2017

06 octobre 2017 16:53:50




xhtml CSS