Estudantes universitários em greve no Burkina Faso

Ouagadougou, Burkina Faso (PANA) - Os estudantes da Universidade de Ouagadougou e da Universidade de Ouaga II iniciaram quarta-feira uma greve de 48 horas para exigir melhores condições de estudos, constatou a PANA no local.

Na sua carta reivindicativa, os estudantes pedem a suspensão do sistema Licenciatura-Mestrado-Doutoramento (LMD) até que as condições da sua aplicação estejam reunidas, o recrutamento em número suficiente de professores, a construção de infraestruturas e o aumento da ajuda para 300 mil francos CFA (514 dólares americanos) para todos os estudantes.

Esta quinta-feira, as duas universidades continuavam paralisadas com a suspensão das atividades académicas e pedagógicas enquanto o movimento grevista foi seguido pela grande maioria dos estudantes.

A Associação Nacional dos Estudantes do Burkina Faso (ANEB), sindicato mais ativo do país, deve realizar uma conferência de imprensa quinta-feira à tarde para orientar os estudantes sobre o futuro da sua luta.

-0-  PANA NDT/JSG/MAR/TON 26fevereiro2015

26 Fevereiro 2015 15:03:05


xhtml CSS