Estudantes moçambicanos formados na Austrália

Maputo, Moçambique (PANA) – Mais seis estudantes moçambicanos beneficiarão, a partir de 2015, de bolsas de estudo para pós-graduação (mestrado e doutoramento) na Austrália, no âmbito do programa de formação que este país mantém com o continente africano.

Ao abrigo do programa, o Governo australiano selecionou 200 profissionais de 22 países africanos para beneficiar do Programa de Bolsas de Estudo nas suas universidades.

Na África Austral, os estudantes que receberam bolsas de mestrado são 14 do Botswana; oito do Lesotho; 10 do Malawi; seis das Maurícias; seis de Moçambique; cinco da Namíbia; três das Seicheles; quatro da África do Sul; nove da Swazilândia e 16 da Zâmbia. A um malawiano coube uma bolsa de doutoramento.

"O objetivo do Governo australiano é oferecer educação de alta qualidade e formação para estudantes africanos que, no seu regresso, estarão em condições de contribuir para o desenvolvimento nacional ou regional", disse Adam McCarthy, encarregado de negócios na Africa do Sul, citado num comunicado de imprensa do Governo australiano envido à Agência de Informação de Moçambique (AIM).

A fim de preparar os beneficiários para viver e estudar na Austrália, o Governo australiano realiza, de 21 de outubro a 19 de novembro, seminários de três dias em seis países africanos, nomeadamente Gana, Quénia, ilhas Maurícias, Nigéria, África do Sul e Zâmbia.

Nos encontros, os beneficiários serão completamente informados sobre como encarar, com sucesso, os estudos na Austrália.

O "Australia Awards" oferece oportunidades de formação em pós-graduação para 22 países em toda África.

O programa promove o desenvolvimento em África, através de bolsas de estudo em áreas onde a Austrália é reconhecida como tendo competência de liderança mundial, incluindo a agricultura e a segurança alimentar, saúde, mineração e gestão dos recursos naturais, políticas públicas e de água e saneamento.

-0- PANA AIM/LE/MZ/TON

27 Outubro 2014 17:40:59


xhtml CSS