Estudante cabo-verdiano esfaqueado em Moscovo

Praia- Cabo Verde (PANA) -- Um estudante cabo-verdiano da Faculdade de Linguística da Universidade dos Povos de Moscovo foi agredido à faca em Moscovo, informou a presidente da Organização dos Estudantes de Cabo Verde na Rússia, Máxima Neves.
Máxima Neves informou que o estudante, identificado como José Maria, já teve alta do hospital onde esteve internado após a agressão por dois jovens desconhecidos a 11 de Janeiro Precisou que o estudante, que foi agredido quando ia fazer compras, tentou escapar, mas levou oito facadas nas mãos e tantas outras nas costas e teve de ser internado num hospital.
A presidente da Organização dos Estudantes de Cabo Verde na Rússia disse acreditar tratar-se de um ataque racista, deplorando que a comunidade estudantil se sente abandonada pelas autoridades do arquipélago.
A Polícia de Moscovo reconheceu que a capital russa assiste a um aumento em flecha de ataques de neonazis e nacionalistas contra estrangeiros.
Segundo o chefe da polícia de Moscovo, Vladimir Pronin, “em 2008, na capital foram cometidos mais de 90 ataques contra cidadãos de fisionomia não-eslava, dos quais 47 assassinatos e 46 ferimentos graves”.
“Em comparação com 2007, o ano passado registou-se um aumento de crimes racistas na ordem dos 300 por cento”, precisou.

22 يناير 2009 11:50:00




xhtml CSS