Estados africanos convidados a melhorar políticas de aviação

Cidade do Cabo, África do Sul (PANA) - Delegados presentes na 69ª cimeira da Associação Internacional do Transporte Aéreo (IATA) decorrida de 2 a 4 de junho na cidade do Cabo, na África do Sul, apelaram aos Governos africanos para considerarem a aviação como catalizador para o crescimento e o desenvolvimento.

O diretor-geral da IATA, Tony Tyler, disse que o potencial da indústria aeronáutica continua importante com um bilião de pessoas repartidas em 20 porcento da massa terrestre do planeta.

"O 50º aniversário da União Africana recorda-nos a sua visão duma África integrada, próspera e em paz, carregada pelos seus próprios cidadãos e representando uma força dinâmica na cena mundial. A aviação está bem posicionada para contribuir para isto e outros objetivos também importantes a longo prazo para o desenvolvimento de África", prosseguiu.

Porém, considerou a segurança como o maior desafio a que faz face a aviação africana "com uma taxa global de acidentes largamente superior à média mundial".

"Esta Assembleia Geral é a ocasião para alertarmos os Governos da região que a segurança de classe mundial é possível em África e que apoiamos os seus esforços para a atingir até 2015", disse Tyler.

A cimeira foi aberta segunda-feira com o discurso do vice-presidente da África do Sul, Kgalema Motlanthe, que exortou os países africanos a desempenharem o seu papel na melhoria da política da aviação.

Mais de 700 altos dirigentes da indústria mundial do transporte aéreo estão presentes na cimeira que decorre de 2 a 4 de junho no Centro internacional de Congressos da cidade do Cabo.

-0- PANA CU/SEG/AKA/TBM/IBA/CJB/DD   04jun2013

05 Junho 2013 07:47:25




xhtml CSS