Estados Unidos suspendem parte da sua ajuda financeira ao Ministério queniano da Saúde

Nairobi, Quénia (PANA) – A Embaixada norte-americana em Nairobi, no Quénia, suspendeu quase 21 milhões de dólares americanos de assistência ao Ministério queniano da Saúde, declarou a representação diplomática num comunicado publicado esta terça-feira.

A ajuda suspendida  representa apenas uma fraca parte do investimento global no setor da sáude pelos Estados Unidos no Quénia, que ultrapassa anualmente  650 milhões de dólares, acrescentou a nota.

« Nós tomámos esta medida devido a inquietudes persistentes relativas à corrupção e aos procedimentos contabilistas fracos nodito  ministério », indicou a Embaixada dos Estados Unidos.

A suspensão da ajuda é uma ação é para se certificar de que as despesas de tratamentos  beneficiam pessoas necessitadas a fim de proteger o dinheiro dos contribuintes norte-americanos, explicou o texto.

«  Nós estamos a trabalhar com o Ministério para melhorar os métodos de controlo contabilístico e interno e esperamos restabelecer este financiamento quando progressos  forem realizados », prosseguiu a Embaixada dos Estados Unidos.

Os Estados Unidos apoiam os serviços essenciais da saúde, como o fornecimento dum tratamento antirretroviral para um milhão de Quenianos. A suspensão desta ajuda não afeta o programa de distribuição de antirretrovirais, frisou o documento.

«  Nos continuaremos a fornecer  fundos para os serviços da saúde e medicamentos destinados aos Quenianos”, prometeu a representação diplomática norte-americana.

-0- PANA AO/VAO/AKA/BEH/FK/DD  9maio 2017

09 Maio 2017 17:48:28


xhtml CSS