Estados Unidos financiam estudo sobre espaço aéreo na África Oriental

Nairobi- Quénia (PANA) -- A Comunidade Económica dos Estados da África Oriental e os Estados Unidos assinaram um acordo de assistência técnica cifrado em 566 mil dólares americanos para financiar um projecto sub-regional de estudo de viabilidade sobre o espaço aéreo comum desta região do continente.
Este acordo de ajuda técnica que se apresenta sob a forma de subvenções servirá para estudos de viabilidade sobre a região da África Oriental, declarou o Secretariado da EAC num comunicado publicado quarta-feira.
A convenção foi rubricada pelo secretário-geral da EAC, Amanya Mushega, em nome dos Estados parceiros desta sub-região, designadamente o Quénia, o Uganda e a Tanzânia, e pelo director para a África Subsariana da Agência Norte-Americana para o Comércio e o Desenvolvimento (USTDA).
O acordo inscreve-se no quadro do apoio norte-americano ao programa "Espaços Aéreos Seguros para África" iniciado em 1998 no âmbito da parceria entre os Estados Unidos e os países africanos visando promover um melhoramento duradouro da segurança da aviação em todo o continente africano.
Este projecto visa criar um bloco único de espaço aéreo superior sobre a Tanzânia, o Quénia e o Uganda que vai operar a partir de um centro de controlo único", concluiu a EAC no seu comunicado.

13 Julho 2005 17:02:00




xhtml CSS