Estados Unidos evitam Cabo Verde por causa do Zika

Praia, Cabo Verde (PANA) - O Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos acaba de incluir Cabo Verde na lista dos países para onde, sobretudo as mulheres grávidas,  devem evitar viajar por estarem a afetados por um surto do vírus Zika, apurou a PANA de fonte oficial.

Para além de Cabo Verde, constam da lista países como Guyana, Martinica, Porto Rico, Brasil, Colômbia, El Salvador, Guatemala, Haiti, Honduras, México, Panamá, Paraguai, Suriname, Venezuela, Barbados, Bolívia, Equador, Guadalupe, Saint-Martin e Samoa.

O CDC avança que "as áreas específicas em que a transmissão do vírus Zika ocorre são muitas vezes difíceis de determinar e suscetíveis de mudanças ao longo do tempo" pelo que se recomenda especial precaução nas viagens a estes países.

Isto porque, segundo o CDC, a melhor forma de evitar ser contaminado pelo vírus é, pura e simplesmente, não viajar para os países onde existem os mosquitos portadores e disseminadores da doença.

Cabo Verde registou, até dezembro passado, cerca de cinco mil casos do vírus Zika com principal incidência nas ilhas de Santiago (a mais afetada), Maio e Fogo.

Estes dados foram apresentados pela ministra da Saúde, Cristina Fontes Lima, num relatório do Governo do último mês do ano passado.

Este ano, para já, ainda não foi revelado o surgimento de algum caso no arquipélago.

-0- PANA CS/IZ 24jan2016

24 Janeiro 2016 11:13:40


xhtml CSS