Estados Unidos apoiam promoção da igualdade de género em Cabo Verde

Praia, Cabo Verde (PANA) - Os Estados Unidos e Cabo Verde assinaram, quinta-feira, um memorando de entendimento para promover a igualdade de género, empoderamento e direitos humanos das mulheres no arquipélago, soube a PANA na capital cabo-verdiana de fonte diplomática.

O diretor nacional dos Assuntos Políticos e da Cooperação no Ministério das Relações Exteriores de Cabo Verde, Fernando Wahnon, que assinou o documento com a embaixadora norte-americana, Adrienne O´Neal, disse que o protocolo representa, acima de tudo, uma convergência de pontos de vista entre os dois países no que tange à condição da mulher.

Para Fernando Wahnon, esta é uma “questão fundamental” de desenvolvimento para Cabo Verde, uma vez que contribui para que as mulheres tenham a sua identidade com os mesmos direitos, proteção e oportunidades e nas mesmas circunstâncias do que os homens.

“Este protocolo visa criar condições efetivas para o empoderamento das mulheres em geral
em Cabo Verde e marca o início de um plano de trabalho a ser definido nas áreas em que serão necessárias as intervenções de apoio às mulheres mais desfavorecidas”, precisou.

Por sua vez, Adrienne O´Neal sublinhou que os Estados Unidos têm como prioridade na sua política externa apoiar assuntos relacionados com as mulheres, assegurando que Cabo Verde tem sido um “bom parceiro e exemplar” devido à “forte participação” das mulheres no Governo e não só.

“Cabo Verde tem criado programas e projetos que visam contribuir para o desenvolvimento do país e que estão relacionados com a mulher rural e empreendedora, abrangendo todas as circunstâncias”, referiu a diplomata.

Adrienne O´Neal anunciou que, atualmente, a embaixada dos Estados Unidos, juntamente com o Ministério da Saúde, está a identificar as áreas mais propícias para a intervenção no âmbito deste novo protocolo.

No entender da representante diplomática dos Estados Unidos em Cabo Verde, este acordo vai aprofundar mais a parceria existente entre os dois Governos, uma vez que vai permitir levar a cabo a política de apoio à camada feminina, tendo em conta que “o assunto da mulher tem contribuído muito” para o desenvolvimento da democracia global cabo-verdiana.

-0- PANA CS/TON 02agosto2013

02 Agosto 2013 14:55:55


xhtml CSS