Escritora ivoiriense vence Prémio Ahmadou Kourouma

Paris- França (PANA) -- O Prémio Ahmadou Kourouma de 2005, avaliado em cinco mil francos suíços (quatro mil e 184 dólares americanos), foi atribuído à escritora ivoiriense Tanella Boni pelo seu romance "Matins de couvre-feu", soube a PANA segunda-feira de fonte segura em Paris.
Este prémio recompensa "o espírito de independência, de lucidez e de clarividência demonstradas (pela escritora) na obra Matins de couvre-feu", sublinha o jurí presidido pelo professor univesitário francês Jacques Chevrier.
Instituído em 2004, o prémio literário visa perpetuar a memória do escritor ivoiriense Ahmadou Kourouma, falecido a 11 de Dezembro de 2003 em Lyon (sudeste da França).
Considerada como uma das figuras em ascensão da literatura africana, Tanella Boni já publicou os romances "Tout l'espoir n'est pas de trop" e "Le Paradis est toujours ailleurs".
A escritora ivoiriense é geralmente apresentada como herdeira do percursor da literatura ivoiriense Ahmadou Kourouma, autor de vários romances, incluindo "Le Soleil des indépendances" e "Allah n'est pas obligé".

02 Maio 2005 14:06:00


xhtml CSS