Escritor ivoiriense aponta Angola como fonte de inspiração

Luanda, Angola (PANA) - O escritor ivoirense Emmanuel Yao Ngoran identificou Angola como uma "fonte de inspiração" para o desenvolvimento e afirmação de África, em virtude do engajamento dos Angolanos no processo de pacificação e reconciliação do país e da região central do continente.

Falando num encontro que manteve com a ministra angolana da Cultura, Carolina Cerqueira, o escritor destacou o contributo de Angola no processo de desenvolvimento e afirmação de África nos vários segmentos, particularizando a vertente do património cultural e da reconstrução nacional.

“O meu reconhecimento a África que se está a reconstruir com o importante contributo de Angola e por me permitirem conhecer e comunicar com este grande país da África Central e Austral”, realçou o escritor.

Por seu turno, a ministra Carolina Cerqueira destacou a edificação no país de infraestruturas de formação artística, como o Complexo das Escolas de Arte (CEARTE) e a valorização do papel da educação para a paz, como alicerce do desenvolvimento e da justiça social no país.

Carolina Cerqueira indicou que o seu Governo tem dado especial atenção às ações de formação, promoção do livro, disseminação da leitura e da música nas comunidades.

Na vertente do património cultural, a ministra destacou o projeto Mbanza Kongo que concorre para a lista do património cultural mundial.

Ela convidou o escritor para uma visita ao CEARTE e aos ensaios dos grupos de Carnaval como forma de manter um contacto mais direto com os aspetos do mosaico cultural angolano.

Em Angola a convite da União dos Escritores Angolanos (UEA), o escritor ivoiriense tem em agenda visitas aos museus da Moeda, da Escravatura, de História Militar e ao Memorial António Agostinho Neto, entre outras atividades.

Emmanuel Yao Ngoran é autor do livro "A rumba congolesa - seu esplendor, fragrância e profundidade".

-0- PANA ANGOP/IZ 14fev2017

14 Fevereiro 2017 19:31:27


xhtml CSS