Empresa burkinabe vence prémio económico da Francofonia

Rabat- Marrocos (PANA) -- A Sociedade Burkinabe de Fibras e Têxteis (Sofitex) venceu domingo o prémio económico da Francofonia de 2005 durante um encontro que decorre em Rabat sob a égide do Fórum Francófono de Negócios (FFA), soube-se de fonte segura na capital marroquina.
Reconhecido pela cimeira de chefes de Estado e de governo francófonos, o FFA visa encorajar o diálogo entre os parceiros sociais e a empresa e melhorar a competitividade das economias dos países membros.
O prémio foi entregue ao director-geral da Sofitex, Célestin Tiendrébéogo, pelo irmão mais novo do rei Mohammed VI, o príncipe Moulay Rachid, na presença de várias personalidades económicas francófonas que assistem ao Encontro da Francofonia Económica de Rabat.
O Burkina Faso é um dos maiores produtores de algodão em África.
A economia deste país pobre baseia-se, essencialmente, neste produto responsável por cerca de 60 por cento das receitas do Estado e pelo emprego de 2,5 milhões de produtores em 11 milhões de habitantes.

21 Março 2005 10:27:00




xhtml CSS