Empregados de ministério das Finanças do Burkina Faso em greve

Ouagadougou, Burkina Faso (PANA) – Agentes do Ministério burkinabe da Economia e Finanças iniciam, esta segunda-feira, uma greve de uma semana para exigir melhores condições de vida e de trabalho, anunciou o seu sindicato.

« A Coordenação dos Sindicatos do Ministério da Economia e Finanças apela a todos os trabalhadores do setor das Finanças para se mobilizarem fortemente a fim de respeitar a primeira semana de greve a partir desta segunda-feira 18 até sexta-feira 22 de junho de 2018 », sublinha um comunicado sindical.

A greve será observada em todo o território nacional, devendo o seu pico ser observado em Ouagadougou, precisamente nas instalações da Bolsa do Trabalho a partir das sete horas e meia.

A luta dos agentes do ministério das Finanças consiste em sete pontos a que se  acrescentaram dois outros sobre as liberdades sindicais e o restabelecimento dos responsáveis demitidos no termo das greves precedentes.

O descontentamento social observado desde a chegada ao poder do Presidente Roch Marc Christian Kaboré, em 2016, obrigou a sua equipa a tomar várias medidas das quais a organização, na semana passada, duma Conferência sobre a Reavaliação dos Salários, refere-se.

« Não estivemos na conferência sobre a reavaliação dos salários. Por conseguinte, concentramo-nos na nossa luta que, sem dúvida, marca uma viragem decisiva”, sublinha o comunicado.

« Deixemos os adeptos do sensacional comentarem e entenderem-se sobre as conclusões da sua conferência », conclui o texto.

-0-PANA NDT/BEH/IBA/FK/DD 18junho2018

18 juin 2018 12:47:26


xhtml CSS