Empossamento de Paul Kagámé faz manchete em Kigali

Kigali- Ruanda (PANA) -- Os jornais publicados esta semana em Kigali consagraram o essencial dos seus comentários ao empossamento, a 12 de Setembro, do presidente Paul Kagame, eleito a 25 de Agosto último com 95,05 por cento de votos.
"Uma nova partida", titula o bimensal privado The New Times, acerca da cerimónia de prestação de juramento do novo presidente, estimando tratar-se de "um evento interessante nunca visto em Kigali".
Nesta ocasião, afirma o The New Times, até mesmo Faustin Twangiramungo, o principal adversário do presidente Kagamé nas presidenciais, acabou por enviar-lhe uma mensagem de felicitações.
Twangiramungu, que obteve 3,62 por cento dos votos, deseja que o presidente eleito seja capaz de servir os ruandeses "com amor e dedicação", e que garanta a todos a segurança e a liberdade no pleno exercício da democracia, escreve o jornal, citando a carta de felicitações.
Apesar deste comportamento leal, Faustin Twagiramungu não foi convidado à cerimónia de prestação de juramento a 12 de Setembro e estava muito triste, noticiou por seu lado o também bimensal privado Ubumwe.
Segundo o jornal, este favor terá sido, pelo contrário, reservado ao segundo perdedor das presidenciais, Jean Népomuscène Nayinzira, que obteve apenas um por cento dos votos.
Embora presente na tribuna neste dia, não foi autorizado a apertar a mão do seu ex-adversário para o felicitar, o que o frustrou ainda mais, indica ainda o bimensal Ubumwe.

19 Setembro 2003 20:09:00


xhtml CSS