Egipto defende criação rápida do governo federal africano

Charm el-Cheikh- Egipto (PANA) -- O Presidente egípcio, Hosni Mubarak, anunciou terça-feira a adesão do seu país à ideia da criação, sem atrasos, de um governo federal africano, instando os demais participantes na XI Cimeira União Africana (UA) a distinguir tal projecto do da edificação dos Estados Unidos de África.
"Nós devemos saber que iniciar com o governo federal africano é uma reivindicação necessária para a realização da promoção das disposições institucionais da União, de maneira a favorecer a concretização do nosso objectivo final, designadamente, a edificação dos Estados Unidos de África numa fase ulterior", garantiu o chefe de Estado egípcio.
Mubarak, cujas declarações feitas durante uma sessão à porta fechada da Conferência foram citadas por uma fonte diplomática líbia à PANA, estimou, por outro lado, de "imperiosa" a atribuição à Comissão e aos outros órgãos da UA de competências necessárias para a execução dos objectivos previstos na criação deste organismo.
Por seu turno, o chefe de Estado líbio, Muamar Kadafi, declarou-se optimista quanto ao resultado dos primeiros debates sobre a questão do governo federal africano.

01 Julho 2008 16:29:00




xhtml CSS