Editores criam organização patronal no Senegal

Dakar- Senegal (PANA) -- Responsáveis de órgãos de imprensa públicos e privados no Senegal instauraram, domingo, uma organização patronal denominada Conselho dos Difusores e Editores de Imprensa (CDEPS).
Os difusores e editores de imprensa que agrupam todos os mídias senegaleses (rádios, imprensa escrita, revistas, imprensa na internet), excepto a cadeia de televisão pública (RTS) e as privadas Canal Info, 2STV e RDV, querem através da criação desta estrutura, "afirmar-se como actores económicos".
Os patrões de imprensa reunidos em assembleia geral, domingo, exprimiram a sua determinação de "instaurar uma solidariedade entre eles, um quadro de trocas e de reforço profissional, consciente da necessidade de unir os seus esforços, com o objectivo de criar uma sinergia dos diferentos suportes e profissões no espaço senegalês".
O posto de presidente do CDEPS foi confiado a Madiambal Diagne, proprietário do grupo Avenirs Communication (privado) que edita os jornais le "Quotidien" e a revista "Week-end", enquanto Yakham Mbaye, director do jornal "Le Populaire" (privado) ocupa a vice-presidência.
O director-geral do diário nacional "Le Soleil", Mamadou Seye, foi nomeado secretário-geral da primeira estrutura do género no Senegal.
A imprensa senegalesa estava até agora organizada em redor do Sindicato dos Profissionais da Informação e Comunicação do Senegal (SYNPICS) e a Convenção dos Jovens Repórteres.

22 Dezembro 2008 12:09:00




xhtml CSS