Dubai acolhe encontro sobre aviação em África

Nairobi, Quénia (PANA) – A cimeira Aviation Africa 2015, a iniciar-se a 10 de maio corrente em Dubai (Emirados Árabes Unidos), vai demonstrar a imensa potencialidade do mercado da aviação no continente africano, segundo os organizadores.

O evento, previsto para dois dias, é organizado para lançar um diálogo crucial entre os principais atores do setor da aviação relativa aos efeitos sociais, económicos e políticos que resultarão de diversas melhorias às infraestruturas em África.

A aviação em África representa mais de seis milhões e 900 mil empregos e mais de 800 biliões de dólares americanos em termos de Produto Interno Bruto (PIB) no continente, o que não constitui muito em comparação com o que ela pode tornar-se.

Todos os anos, 155 mil empregos suplementares e um bilião e 300 milhões de dólares americanos em termos de PIB podem ser acrescentados à liberalização efetiva de 12 mercados chaves.

Os principais mercados são, entre outros, o Gana, o Quénia e a África do Sul, segundo um relatório independente publicado pela Associação Internacional do Transporte Aéreo (IATA).

« Se considerarmos a potencialidade importante dum grupo de companhias, linhas e aeroportos africanos vão perceber como África pode ter um impacto enorme sobre o futuro da aviação”, declarou o presidente da cimeira, Alan Peaford.

« Além disso, pode-se claramente ver como um setor aeronáutico progressista pode ser benéfico para o futuro socioeconómico do continente », acrescentou.

Dum ponto de vista geográfico, África está idealmente situada, perto  de polos bem estabelecidos no Golfo, e está em condições de aproveitar o tráfego de passageiros e de mercadorias que passa por esta região.

« A Aviation Africa 2015 colmatará um vazio no calendário aeronáutico e dará a África uma oportunidade real para progredir de forma rápida, eficaz e segura », regozijou-se Alan Peaford.

Os intervenientes neste evento são, entre outros, o ministro ganense do Transporte, Dzifa Aku Attivor, que fará uma importante comunicação, e o presidente da Rwanda Air, Girma Wake (antigo diretor-geral da Ethiopian Airlines).

-0- PANA DJ/SEG/NFB/JSG/FK/TON  04maio2014

04 Maio 2015 15:07:54




xhtml CSS