Duas rádios privadas proibidas de difusão em Marrocos

Rabat- Marrocos (PANA) -- A Alta Autoridade para Comunicação Audiovisual (HACA) em Marrocos ordenou a duas rádios privadas a cessar a difusão a partir da próxima segunda-feira, por atentado contra a moralidade pública e bons usos e costumes, publicidade comercial clandestina, soube-se junto desta instância terça-feira em Rabat.
Segundo a HACA, as emissões "livre antena" difundidas pela emissora "Hit Radio" continham conversas de carácter "pornográfico" atentatórias.
O princípio da comunicação audiovisual, prosseguiu, permite a cada operador passar livremente na sua antena todos os temas sociais da sua escolha, mas à condição, disse, que esta liberdade se exerça no respeito pela dignidade humana, pelos valores religiosos, pela ordem e pela moralidade públicas.
Segundo a HACA, a rádio Chada FM, condenada a pagar uma multa de três mil 110 euros, contunuará suspensa durante uma semana por ter difundido uma publicidade clandestina a favor do operador imobiliário nacional Addoha.
Criada em 2002, a HACA é composta por nove membros nomeados pelo rei, pelo primeiro-ministro e pelo Parlamento marroquinos.
Após a liberalização do espaço audiovisual em Março de 2005, Marrocos concedeu até agora 11 licências a rádios privadas, soube-se.

30 Setembro 2008 22:46:00




xhtml CSS