Donativos e ajudas para Orçamento de 2019 de Cabo Verde aumentam 60,4 %

Praia, Cabo Verde (PANA) - Cabo Verde espera receber cinco biliões, 479 milhões de escudos (cerca de 50 milhões de euros) em donativos e ajudas orçamentais para o Orçamento do Estado de 2019, avaliado em 71 biliões, 473 milhões de escudos (cerca de 650 milhões de euros), o que vai representar um aumento de cerca de 60,4 porcento em relação ao ano de 2018.

A PANA soube de fonte governamental, quarta-feira, na cidade da Praia, que os donativos diretos devem rondar dois biliões, 852 milhões de escudos cabo-verdianos (cerca de 26 milhões de euros), mais 82,7 porcento do que no ano em curso.

O Governo justifica que este aumento se deve, em grande parte, ao donativo da China para a construção do campus universitário de Palmarejo, na cidade da Praia, no montante de um bilião, 867 milhões de escudos cabo-verdianos (cerca de 17 milhões de euros).

No que se refere aos financiamentos através da ajuda orçamental, o Executivo cabo-verdiano prevê um aumento de 61,6 porcento, em relação a 2018, muito por causa do aumento do financiamento por parte da União Europeia (UE).

Na proposta de Orçamento do Estado para 2019, estima-se que o Programa de Investimento Público será financiado em dois biliões e 20 milhões de escudos cabo-verdianos (cerca de 18,363 milhões de euros), sendo que desse montante a UE deverá contribuir com um bilião, 744 milhões de escudos cabo-verdianos (cerca de 1,854 milhão de euros).

O Luxemburgo contribuirá com 221 milhões de escudos cabo-verdianos (cerca de 2,009 milhões de uros), e Portugal com 55 milhões de escudos cabo-verdianos (500 mil euros).

Para além disso, o Governo cabo-verdiano espera arrecadar cerca de 449 milhões de escudos (cerca de 4,081 milhões de euros) em outras transferências e 158 milhões de escudos (cerca de 1,436 milhões de euros) em donativo para ajuda alimentar.

A UE, o Luxemburgo e Portugal são parceiros de Cabo Verde que, juntamente com o Banco Mundial (BM) e o Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), fazem parte do Grupo de Apoio Orçamental (GAO), e que também dão ajuda direta ao orçamento de Cabo Verde.

-0- PANA CS/IZ 08nov2018


08 Novembro 2018 13:51:18




xhtml CSS