Dois capacetes azuis marroquinos mortos na RCA

Bangui, República Centroafricana (PANA) - Dois militares pertencentes ao contingente das Forças Armadas Marroquinas da Missão Multidimensional de Estabilização das Nações Unidas na República Centroafricana (MINUSCA) foram mortos, terça-feira, num ataque armado perto da cidade de Bria, no nordeste da capital, noticiou a agência MAP.

O incidente ocorreu quando os capacetes azuis marroquinos, instalados em Bria, garantiam a escolta dum cortejo de camiões que transportava combustíveis da localidade de Zemio para Obo, indica a MINUSCA  num comunicado publicado quarta-feira pelo site Internet das Nações Unidas.

Dois outros soldados marroquinos ficaram feridos neste ataque, segundo a missão onusina.

Os autores do ataque, que não foram identificados, fugiram para a floresta, acrescentou a mesma fonte.

Mais de 300 ataques contra trabalhadores humanitários foram registados em 2016, na RCA, onde metade da população do país precisa de ajuda após três anos de distúrbios e instabilidade.

-0- PANA AD/IN/TBM/FK/IZ 5jan2017  

05 Janeiro 2017 10:39:14




xhtml CSS