Diretor-geral da FAO otimista em eliminação da fome no mundo

Quebeque, Canadá (PANA) – O diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) , José Graziano da Silva, afirmou segunda-feira que garantir uma melhor nutrição para todos e a durabilidade  dos sistemas alimentares do mundo são os dois desafios principais da FAO na sua missão de livrar o mundo da fome e da  desnutrição.

Falando durante uma cerimónia comemorativa do 70º aniversário da FAO em Quebeque, Graziano da Silva afirmou que a responsabilidade  da sua instituição está a crescer de dia para dia, e que a sua missão e mandato "são  hoje mais do que nunca de atualidade”, numa alusão ao novo objetivo mundial de eliminar a fome até 2030, adotado pela comunidade internacional em setembro último.

O desafio « Fome Zero »  não é apenas uma utopia mas um objetivo acessível, como o atestam as conquistas significativas dos últimos 70 anos, indicou Graziano da Silva.
                  
Ele observou que se a população mundial triplicou nesse período, as disponibilidades alimentares por pessoa aumentaram quase 40 porcento, precisando que dos 129 países que são objeto de acompanhamento pela FAO, 73 reduziram  para metade a parte da sua população esfomeada.

A FAO  fez grandes progressos em matéria de segurança sanitária dos alimentos, em parceria com a Organização Mundial da Saúde  (OMS), através do Codex  Alimentarius que  mobiliza as normas e os  princípios diretores destinados a produtores e retalhistas a fim de garantir a inocuidade, a qualidade dos alimentos e a equidade das trocas internacionais, afirmou o  diretor-geral da FAO.

-0- PANA AD/IN/TBM/SOC/FK/IZ 17nov2015

17 Novembro 2015 09:15:44


xhtml CSS