Diplomata francês esperado no Sudão

Paris- França (PANA) -- O secretário de Estado francês para os Negócios Estrangeiros, Renaud Muselier, efectua de 21 a 23 de Junho uma visita ao Sudão consagrada aos aspectos políticos e humanitários da crise de Darfur, soube a PANA sexta-feira em Paris de fontes diplomáticas.
O diplomata francês avistar-se-à, em Cartum, com responsáveis políticos, bem como os operadores humanitários presentes no local, antes de se deslocar, a 22 de Junho, aos campos de deslocados de Darfur (oeste), em El Geineina, Mornei e El Fascher, para avaliar a situação humanitária, indica-se.
Segundo o Quai d'Orsay, a França está preocupada com a situação em Darfur e pretende continuar a acompanhar os seus desenvolvimentos.
Em Fevereiro passado, recorde-se, o ministro dos Negócios Estrangeiros francês visitou o Tchad e o Sudão, a propósito da crise de Darfur, tendo insistido sobre a necessidade de uma resolução política da crise.
"Negociações de paz decorreram mais tarde, no Tchad, sob os auspícios do Presidente (tchadiano Idriss) Déby e, com o nosso apoio, concluiu-se um cessar-fogo a 8 de Abril de 2004", sublinha a diplomacia francesa.
A França saúda o compromisso da União Africana em Darfur com a criação da comissão de observação do cessar-fogo para tranquilizar as populações e facilitar o trabalho dos operadores humanitários.
O secretário de Estado francês encontrar-se-á, em El Fascher, com os representantes da comissão chefiada pela UA que terá como vice-presidente um oficial francês.
A União Europeia e os Estados Unidos estarão associados à missão de observação do cessar-fogo, ao passo que a França se compromete a dar um apoio logístico a partir do seu dispositivo militar instalado em Abéché (este do Tchad), na região fronteiriça com o Sudão.

19 Junho 2004 22:30:00




xhtml CSS