Diplomados desempregados manifestam-se na capital mauritana

Nouakchott, Mauritânia (PANA) – Várias dezenas de diplomados desempregados organizaram  esta quinta-feira de manhã uma marcha diante da Presidência da República em Nouakchott,  constatou a PANA no local.

Estes jovens apresentam-se como diplomados em diferentes setores (informática, eletromecânica, hidráulica) do ensino superior (titulares de mestrado e mais) provenientes de unidades estrangeiras (Senegal, Marrocos, Argélia e Tunísia).

Eles estão organizados no seio dum coletivo de 60 membros.

Com o slogan « somos cientistas », eles exigem ao poder medidas que permitam a sua inserção no mercado do trabalho.

A questão do desemprego dos jovens diplomados, estimados em 39 porcento na Mauritânia, continua a ser uma preocupação maior como em outros países em África.

O maior problema é a adequação entre o curso de formação e as necessidades do mercado do trabalho, bem como diversos outros fatores, segundo especialistas.

Uma cimeira dos chefes de Estado da União Africana (UA) sobre esta questão, inicialmente prevista para o princípios de setembro corrente em Ouagadougou (Burkina Faso), foi adiada sine die por causa da ameaça da febre hemorrágica do Ébola.

-0- PANA SAS/IS/FK/TON 18set2014

18 Setembro 2014 15:09:59


xhtml CSS