Diouf encoraja UA a fazer soar melhor voz de África

Paris- França (PANA) -- O secretário-geral da Organização Internacional da Francofonia (OIF), Abdou Diouf, exortou a União Africana (UA) a tudo fazer para que a voz do continente seja ouvida no mundo e os seus interesses melhores defendidos.
"Se não trabalharem juntos, os africanos enfraquecem.
O papel da UA é fazer tudo para que as forças se juntem e que a voz de África seja melhor ouvida no mundo", declarou segunda-feira em Paris durante uma entrevista à PANA.
"Doravante, a UA imprime a dinâmica da coligação dos africanos em relação às implicações decisivas para o futuro do continente", afirmou o ex-chefe do Estado senegalês, sublinhando ainda a comunião de preocupações entre a OIF e da UA.
Para o efeito, Diouf indicou que um memorando destinado a consolidar a cooperação entre as duas instituições foi assinado em Maio último.
"Defendemos os mesmos valores e temos as mesmas preocupações para África: a Francofonia está lá para construir e reforçar a solidaridade com África", disse.
"Sobre a democratização, a defesa dos direitos humanos, a prevenção das crises, toda peritagem da Francofonia está mobilizada para trabalhar conjuntamente com a União Africana", assegurou no secretátio geral da OIF.
Para Diouf, novas perspectivas de cooperação existem entre a organização panafricana e a OIF, nomeadamente no tocantre ao acompanhamento das transições políticas e ao apoio institucional.
"Decidimos analisar e reflectir juntos sobre as problemáticas das práticas políticas, os processos constitucionais ou de alerta precoce", indicou o SG da Francofonia, insistindo na importância da educação no desenvolvimento de África.
A educação é uma prioridade para África, ressaltou o Presidente Diouf que precisou que a OIF e a UA pretendem colocar em comum os seus esforços para reforçar o sector educativo no continente.
"Examinámos demoradamente este dossier durante os nossos encontros em Addis Abeba.
A Agência Intergovernamental e a Agência Universitária da Francofonia assim como os ministros da Educação dos países francófonos (CONFEMEN) estão a aprofundar o assunto com os seus interlocutores junto da UA para executar projectos de cooperação comuns", conclui o ex-Presidente senegalês.
As perspectivas de cooperação entre a OIF e a UA foram examinadas em Maio último em Addis Abeba durante uma visita efectuada por Diouf na sede da organização panafricana.
O presidente da Comissão da UA, Alpha Oumar Konaré, e o seu interlocutor Diouf consagraram a sua conversa ao reforço das trocas entre as duas instituições.

04 Julho 2005 17:39:00




xhtml CSS