Desnutrição em crianças atinge nível alarmante no Burundi, segundo PAM

Kigali, Rwanda (PANA) – Quase um milhão de crianças no Burundi estão em atraso de crescimento e necessitam dum tratamento urgente, de acordo com um comunicado do Programa Alimentar Mundial (PAM) transmitido à PANA em Kigali.

Mais da metade das crianças menores dos cinco anos de idade no país acusam um atraso de crescimento e isso tem enormes consequências para o futuro do país, lê-se na nota.

Num impulso para reduzir estes efeitos da desnutrição, o PAM comprometeu-se a distribuir refeições diárias a 600 mil crianças de 700 estabelecimentos escolares primários a fim de as encorajar a frequentarem a escola e melhorar a variedade da sua alimentação.

O comunicado indica que o leite local de longa duração constitui uma importante fonte de proteínas, sendo assim distribuído em 57 das 700 escolas primárias assistidas pela PAM.

No quadro do seu programa de cantinas escolares, o PAM, em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a População (FNUAP), trabalha com clubes escolares para sensibilizar os jovens, sobretudo adolescentes, aos casamentos precoces e ao planeamento familiar a fim de quebrar o ciclo intergeracional de desnutrição, indicou.

Num esforço para compreender melhor as necessidades, realidades, dificuldades e  oportunidades relativas à desnutrição, a Princesa Sarah Zeid da Jordânia efetuou de 15 a 17 de junho de 2018 uma visita de três dias ao Burundi.

A agência indica que, durante a sua visita, a Princesa Sarah percorreu o país para se reunir com altos responsáveis do Governo, a Primeira Dama do Burundi e parceiros do PAM.

-0- PANA TWA/MA/ASA/BEH/SOC/FK/DD 28junho2018

28 يونيو 2018 13:30:02




xhtml CSS