Descobertas em Cabo Verde vestígios da primeira igreja construída na África subsariana

Praia, Cabo Verde (PANA) – Uma equipa de arqueólogos da Universidade de Cambridge de Inglaterra descobriu vestígios da antiga Igreja de Nossa Senhora da Conceição, a primeira construída na Ribeira Grande de Santiago, em Cabo Verde, e na África subsariana, apurou a PANA, quinta-feira, na cidade da Praia.

Ao visitar o local das escavações, que decorrem há cerca de duas semana, o Presidente cabo-verdiano, Jorge Carlos Fonseca, disse acreditar que os novos achados arqueológicos na Cidade Velha são "decisivos para uma reanálise da História" de Cabo Verde.

Segundo os especialistas, estas escavações, que dão continuidade aos trabalhos iniciados em 2006, revelaram resultados “surpreendentes”, tendo os arqueólogos já localizado a antiga capela do Espírito Santo, o altar-mor da Igreja e o túmulo de um bispo.

Localizaram ainda algumas faianças, botões e outras peças de grande valor para a história da Cidade Velha e de Cabo Verde num conjunto de achados que, depois das investigações, estarão em exposição pública.

Uma nota da Câmara Municipal da Ribeira Grande Santiago dá conta de que "para preservar este espólio, ele tem voltado a ser subterrado, mas começam a existir condições para colocá-lo às vistas de quem o quiser contemplar”.

Isto, segundo a edilidade local, “muito valoriza o interesse histórico e turístico” da Cidade Velha, que, em 2009, foi elevada a Património Mundial da Humanidade pela UNESCO.

Descoberta pelo navegador português Diogo Gomes em 1460, foi António da Noli, Italiano então ao serviço da coroa portuguesa,  que deu início ao povoamento da localidade, situada a 12 quilómetros a oeste da Cidade da Praia, dois anos mais tarde.

Primeira capital do arquipélago de Cabo Verde, até 1770, a Ribeira Grande de Santiago foi elevada à categoria de  cidade em 1533, altura em que contava com cerca de 500 habitantes, um quarto dos atuais.  

-0- PANA CS/IZ 11dez2014




11 Dezembro 2014 21:06:05


xhtml CSS