Derrame de combustível vindo de ilhas Canárias pode afetar espaço marítimo de Cabo Verde

Praia, Cabo Verde (PANA) – Uma enorme quantidade de combustível proveniente de um navio de pesca russo, afundado na semana passada, ao largo das ilhas Canárias (Espanha), podem afetar o espaço marítimo de Cabo Verde e pôr em risco diversas espécies marinhas.

O alerta acaba de ser lançado pela Greenpeace, uma agência vocacionada para a proteção do ambiente, segundo a qual se trata de mil e 400 toneladas de combustível, provenientes desta embarcação.

A mancha de combustível que, segundo a Greenpeace, está a ser rastreada pelas autoridades espanholas, está a afastar-se das ilhas Canárias podendo chegar ao arquipélago cabo-verdiano vizinho.

O porta-voz da Greenpeace, Juande Fernández, considerou urgente elaborar-se um plano de limpeza para a remoção do combustível dos tanques do navio afundado.

Segundo a imprensa espanhola, a Greenpeace teme que o vazamento chegue às costas de Cabo Verde, “um arquipélago onde a população depende das suas margens e onde também nidifica uma das populações de tartarugas marinhas mais ameaçadas de extinção, nomeadamente a "tartaruga cabeçuda”.

Entretanto, as autoridades espanholas que estão combater o derrame provocado pelo barco de pesca Oleg Naydenov, afundado a 27 quilómetros ao sul de Maspalomas, Gran Canaria (Ilhas Canárias), mas se queixam de más condições no mar que estão a dificultar a tarefa.

A mancha está a ser espalhada mecanicamente, sem o uso de solventes de químicos nocivos, pelo meio ambiente.

-0- PANA CS/DD 20abr2015





20 Abril 2015 10:08:36


xhtml CSS