Delegação da CEDEAO volta à Côte d'Ivoire no início de Janeiro de 2011

Lagos, Nigéria (PANA) – A delegação da CEDEAO que se deslocou à Côte d'Ivoire terça-feira, deverá retornar a este país a 03 Janeiro próximo, no quadro da continuação dos esforços para encontrar um meio de tirar o país do impasse eleitoral.

O Presidente em exercício da CEDEAO e chefe do Estado da Nigéria, Goodluck Jonathan, anunciou quarta-feira esta retomada de concertações durante um briefing organizado após se ter reunido com a referida delegação em Abuja, a capital federal da Nigéria.

Informações resultantes deste briefing são vagas, no entanto fontes próximas da CEDEAO declararam à PANA que "negociações estão aparentemente em curso".

Três Presidentes da África Ocidental, designadamente  Pedro Pires de Cabo Verde, Yayi Boni do Benin e Ernest Bai Koroma da Serra Leoa,  acompanhados pelo presidente da Comissão da CEDEAO, James Victor Gbejo, deslocaram-se a Abidjan, a capital económica da Côte d'Ivoire)  terça-feira para transmitir ao Presidente ivoiriense, Laurent Gbagbo, a decisão da organização regional segundo a qual ele deve ceder o poder voluntariamente, sob pena de ser obrigado a fazê-lo.

A delegação manteve encontro igualmente com o vencedor presumível da segunda volta da eleição presidencial ivoiriense de 28 de Novembro, Alassane Ouattara, bem como o chefe da Operação das Nações Unidas na Côte d'Ivoire (ONUCI), Choi Young-jin.

Uma reunião dos chefes dos Exércitos dos países da CEDEAO, iniciada à porta fechada em  Abuja terça-feira, prosseguiu nesta quarta-feira, aparentemente, para preparar a logística dum eventual uso da força contra Laurent Gbagbo.

Gbagbo e Ouattara reclamam ambos pela presidência da Côte d'Ivoire, o que leva a recear que esta crise culmine numa outra guerra civil.

-0- PANA SEG/FJG/SSB/CJB/DD     29Dez2010

29 Dezembro 2010 22:12:10




xhtml CSS