Deficientes cabo-verdianos com acesso gratuito a todos os níveis de ensino

Praia, Cabo Verde (PANA) - A partir do mês de janeiro próximo, todos os Cabo-verdianos com deficiência vão ter acesso gratuito ao ensino desde o básico até ao superior, anunciou domingo o Governo de Cabo Verde.

Trata-se de uma medida que, segundo o ministro da Presidência do Conselho de Ministros e  Desporto, Fernando Elísio Freire, se inscreve na política do Governo de erguer “uma sociedade inclusiva e com oportunidades para todos”.

O governante, que falava no encerramento da VI edição do Campeonato Nacional de Desporto Paralímpico (CANADEP), realizado no último fim de semana na cidade da Praia, garantiu que esta medida é tida em conta no Orçamento de Estado para 2017, a vigorar a 01 de janeiro próximo.

Neste sentido, ele incitou a todos os deficientes a reclamarem por esse direito junto das suas escolas e universidades.

“A partir de janeiro de 2017, todos os deficientes matriculados no ensino básico, no ensino secundário, no ensino superior e na formação profissional podem pedir a aplicação da lei de Orçamento de Estado relativa ao ensino gratuito para todos os Cabo-verdianos com deficiência”, precisou.

Esta medida, segundo governante, vai ao encontro da política do Executivo de garantir uma sociedade inclusiva e com oportunidades para todos.

A VI edição do Campeonato Nacional de Desporto Paralímpico arrancou sábado no Estádio Nacional, na capital cabo-verdiana, com a participação de cerca de 90 atletas de diversas modalidades desportivas.

O evento fez parte das atividades do Comité Paralímpico inscritas no âmbito das comemoração do Dia Internacional dos Deficientes, assinalado a 03 de dezembro.

-0- PAN A CS/DD 13dez2016


13 Dezembro 2016 09:17:11


xhtml CSS