Crescimento da economia não reduz pobreza em Cabo Verde, diz chefe de Estado

Praia, Cabo Verde (PANA) - O Presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, reconhece que o crescimento da economia, estimada em cerca de quatro porcento,  não se traduziu ainda na redução da pobreza no país

O chefe de Estado cabo-verdiano teceu estas considerações quando discursava quinta-feira última na cidade da Praia, perante uma sessão solene na Assembleia Nacional para assinalar os 43 anos da Independência de Cabo Verde.

A seu ver, é necessário “pensar e executar medidas de política que contribuam para uma maior participação dos trabalhadores e dos cidadãos em geral nos ganhos da economia”.

Jorge Carlos Fonseca considerou “fundamental que o crescimento se intensifique para que a distribuição da riqueza gerada contribua efetivamente para a redução das, ainda, acentuadas desigualdades sociais e regionais”.

“Temos de tudo fazer para que a economia cresça a um ritmo mais consentâneo com as necessidades básicas do país, com destaque para as relacionadas com o emprego”, precisou.

-0- PANA CS/DD 07julho2018

07 Julho 2018 12:12:26


xhtml CSS