Crescente Vermelho denuncia comportamentos racistas contra refugiados africanos na Argélia

Argel, Argélia (PANA) – A presidente do Crescente Vermelho argelino, Saïda Benhabylès, denunciou terça-feira sinais racistas registados recentemente em vários sites de redes sociais contra refugiados africanos na Argélia.

Numa entrevista a cadeia 3 da Rádio Argélia, Benhabyles considerou este comportamento "alheio aos valores do povo argelino”, afirmando que a Argélia não utiliza os refugiados para fins políticos.

A Argélia viu-se hoje constrangida a gerir as consequências dos erros estratégicos cometidos pelas grandes potências, e que provocaram, desde o fim da Segunda Guerra Mundial, em 1945, uma tragédia humanitária sem precedentes.

Os países responsáveis por estes casos e que utilizam as suas ajudas para fins políticos, devem « partilhar o fardo » com a Argélia para ajudarem na resolução desta catástrofe através do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), frisou a presidente do Crescente Vermelho argelino.

Embora não esteja em condições de dar estatísticas precisas sobre o número de refugiados presentes na Argélia, Saïda Benhabylès afirmou que se continua a dar-lhes ajuda.

-0- PANA AD/IN/IS/IBA/FK/DD 28junho2017

28 Junho 2017 10:34:42


xhtml CSS