Côte d'Ivoire acolhe salão sobre tecnologias de transformação da castanha de cajú

Abidjan, Côte d’Ivoire (PANA) – Um Salão Internacional dos Equipamentos e Tecnologias de Transformação da castanha de cajú (SIETTA) decorrerá de 26 a 28 de novembro próximo, na capital económica ivoiriense, Abidjan, soube a PANA terça-feira de fonte oficial.

O porta-voz do Governo ivoiriense, Bruno Nabagné Koné, indicou que a organização deste salão visa consolidar a posição da Côte d’Ivoire enquanto segundo produtor mundial da castanha de cajú e primeiro país exportador.

A Côte d’Ivoire que ambiciona, nos próximos três anos, ocupar o primeiro lugar, quer dotar-se dos meios de lá chegar, implementando estratégias para consolidar a sua posição.

"Na consolidação desta posição, queremos transformar o essencial da castanha de cajú na Côte d’Ivoire. O objetivo, ambicioso mas totalmente realizável, é atingir os 100 porcento de transformação até 2020", disse Koné.

A Côte d’Ivoire produz atualmente 500 mil toneladas e transforma menos de 10 porcento desta tonelagem. A perspetiva para os próximos anos é conseguir transformar 20 mil toneladas.

-0- PANA BAL/BEH/CJB/IZ 28maio2014

28 Maio 2014 10:18:54


xhtml CSS