Convenção da Sociedade Civil Ivoiriense denuncia violação de liberdade de circulação de figuras de Governo de Ouatarra

Abidjan, Côte d'Ivoire (PANA) – A Convenção da Sociedade Civil Ivoiriense (CSCI) denunciou terça-feira, a violação da liberdade de circulação das personalidades da Coligação dos  Houphouetistas para a Democracia e Paz (RHDP), hospedadas no hotel de Golf  (Abidjan) desde o início da crise pós-eleitoral.

Na sua declaração, a CSCI lamenta e desaproba o isolamento destas figuras da RHDP proibidas nesta terça-feira,  pelas Forças de Defesa e Segurança (FDS), de receber uma delegação da CSCI dirigida pelo seu corrdenador, N'Gouan Patrick.

A CSCI indica que a sua delegação foi parada, ameaçada e rejeitada por uma patrulha das FDS a cerca de um quilómetro do hotel, situado, de acordo com os militares, numa linha da frente de guerra.

A CSCI ressalta que, na sequência da declaração de 21 de Dezembro último de Laurent Gbagbo que convinda as figuras da RHDP a deixarem o hotel de Golf para regressarem às suas casas, se  podia esperar um início de desanuviamento e não de uma proibição de visitas.

A organização sublinhou que mesmo os detidos têm direito a visitas, exigindo portanto a liberdade de circulação para as figuras isoladas no hotel de Golf, tal como prevista pela Constituição ivoiriense.

-0- PANA BAL/SSB/CJB/DD      28Dez2010

28 Dezembro 2010 21:35:16




xhtml CSS