Conselho dos Direitos Humanos da ONU discute sobre violações de Boko Haram

Abidjan, Côte d´Ivoire (PANA) - A 23ª sessão do Conselho dos Direitos Humanos das Nações Unidas vai decorrer a 1 de abril próximo em Genebra (Suíça) à luz dos ataques terroristas e das violações dos direitos humanos cometidos pelo grupo terrorista Boko Haram.

Esta sessão extraordinária foi convocada por iniciativa da missão permanente da Argélia em Genebra em nome do Grupo Africano com apoio de cerca de 20 países africanos membros do Conselho dos Direitos Humanos.

O pedido é igualmente apoiado por quatro Estados observadores, nomeadamente os Camarões, Djibuti, Moçambique e a República Centroafricana.

A convocação duma sessão extraordinária do Conselho dos Direitos Humanos exige o apoio de pelo menos 16 Estados-membros.

O grupo islamita Boko Haram, criado em 2002 pelo Nigeriano Mohamed Yusuf, perpetrou numerosos atentados e massacres contra populações civis de todas confissões na Nigéria e nos Camarões. Ele é classificado como organização terrorista pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas.

A 7 de março último, o Boko Haram prometeu obediência à organização terrorista Estado islâmico, que o reconheceu oficialmente cinco dias mais tarde.

-0-  PANA BAL/BEH/MAR/TON  27março2015

27 Março 2015 16:31:06


xhtml CSS