Conselho de Segurança prolonga mandato da Missão da ONU na RCA

Nova Iorque, Estados Unidos (PANA) – O Conselho de Segurança das Nações Unidas prorrogou, até 31 de julho próximo, o mandato da Missão de Estabilização Multidimensional Integrada das Nações Unidas na República Centroafricana (MINUSCA), considerando que a situação neste país constitui uma ameaça à paz e à segurança internacionais.

Nos termos da resolução 2281 (2016) adotada terça-feira pelo Conselho, o órgão de 15 membros autorizou a missão a usar de todos os meios necessários para levar a bom porto o seu mandato no quadro das suas capacidades e nas suas zonas de desdobramento, indica um comunicado das Nações Unidas obtido pela PANA em Nova Iorque.

O Conselho saudou a organização pacífica dum referendo constitucional, a 13 de dezembro de 2015, bem como as eleições legislativas e presidenciais de dezembro, de fevereiro e março de 2016, seguidas da investidura do Presidente Faustin Archange Touadéra, a 30 de março.

Além disso, o Conselho reconheceu que o futuro mandato da MINUSCA deve adaptar-se « às circunstâncias novas que decorrem do fim da transição, em consulta com as autoridades recentemente eleitas ».

Segundo o comunicado, o Conselho exortou igualmente o Secretário-Geral da ONU a proceder a um exame estratégico da MINUSCA para fazer com que o seu futuro mandato seja « corretamente configurado e adaptado a um ambiente de desestabilização pós-transição que permita esforços de consolidação da paz », no seio da República Centroafricana.

O Conselho instou igualmente o Secretário-Geral da ONU a apresentar-lhe recomendações até a 22 de junho.

-0- PANA MA/AKA/JSG/MAR/IZ 27abril2016

27 Abril 2016 13:25:44




xhtml CSS