Conselho de Segurança mantém embargo de armas contra Somália

Nova Iorque, Estados Unidos (PANA) - O Conselho de Segurança das Nações Unidas decidiu,  terça-feira,  manter até 15 de novembro de 2018 o embargo parcial de armas contra a  Somália, a proibição de importações ilícitas de armas e a exportação do carvão de madeira.

A decisão consta de uma resolução aprovada por 11 votos e quatro abstenções (China, Egito,  Bolívia e Rússia), de acordo com um comunicado das Nações Unidas.

Além disso, o Conselho prorrogou até 15 de dezembro  de 2018 o mandato do Grupo de Controlo, e reconheceu que, durante o seu mandato corrente  e os três  anteriores, o Grupo"não encontrou provas de apoio da Eritreia aos rebeldes al-Shabab na Somália".

O Conselho manifestou também a sua intenção de manter as medidas sobre a Eritreia e   examiná-las regularmente  à luz do próximo balanço intercalar que o Grupo de Controlo deverá apresentar até 30 de abril de 2018.

Recordando as três reuniões já realizadas entre um representante do Governo eritreu  e o Grupo de Controlo, o Conselho solicitou às autoridades da Eritreia que facilitassem as visitas do Grupo de Contolo no seu território.

O Conselho exortou a Eritreia e Djibuti a dialogarem sobre a questão dos combatentes do Djibuti desaparecidos em combate e a explorar todas as formas possíveis de resolver a disputa da fronteira de forma pacífica.

-0- PANA MA/NFB/DIM/IZ 15nov2017

15 novembre 2017 14:32:39




xhtml CSS