Conselho de Segurança da UA discute crise de Darfur

Cartum- Sudão (PANA) -- O Conselho de Paz e Segurança (CPS) da União Africana (UA) reúne-se segunda-feira em Addis Abeba, Etiópia, para discutir a violação do cessar-fogo por todas as partes em conflito na província de Darfur, oeste do Sudão.
Este anúncio foi feito pelo embaixador Baba Gana Kingibe, chefe da Missão da UA no Sudão (AMIS), que acusou o governo sudanês de  usar as milícias Djandjawid para atacar alvos civis nos campos de deslocados internos.
"As forças do governo sudanês usaram aproximadamente 41 camiões e cruzeiros terrestres nesta operação, que causou vários mortos, grandes deslocamentos de civis e a destruição de várias casas nos arredores assim como algumas barracas nos campos de deslocados", disse sábado a jornalistas.
Kingibe afirmou que a última intensificação dos combates começou no fim de Agosto com os ataques dos rebeldes do Exército de Libertação do Sudão que continuaram até Setembro.
No início, as forças governamentais mostraram contenção e conseguiram impedir os ataques da milícia árabe contra o Movimento de Libertação do Sudão.
Porém, o Exército regular "decidiu de repente abandonar esta postura e comportamento responsáveis para recorrer ao destrutivo uso da força não apenas contra os rebeldes mas também contra as inocentes aldeias civis e os campos de deslocados internos", disse.

02 Outubro 2005 12:34:00




xhtml CSS