Conselho de Estado anula sanções contra magistrados burkinabes

Ouagadougou, Burkina Faso (PANA) – O Conselho de Estado anula as sanções contra  magistrados burkinabes por “violação da ética e da deontologia”, soube a PANA de fonte judicial em Ouagadougou.

Trata-se de dois magistrados burkinabes reformados de forma compulsiva, de 13 despromovidos e de dois censurados pelo Conselho Superior da Magistratura em junho último, de acordo com a fonte.

Estes últimos interpuseram recurso contra esta decisão diante do Conselho de Estado que achou as sanções "ilegais".

A corrupção é muitas vezes a causa das sanções contra alguns magistrados burkinabes, refere-se.

-0-PANA NDT/BEH/SOC/FK/DD 12julho2018

12 Julho 2018 09:46:56


xhtml CSS