Congolesa primeira mulher piloto na companhia aérea ASKY

Lomé, Togo (PANA) - A primeira mulher piloto da companhia aérea pan-africana ASKY, de nacionalidade congolesa, foi acolhida calorosamente no aeroporto internacional de Lomé, a capital do Togo, pelas autoridades da aviação civil e da empresa, noticiou a televisão nacional togolesa, TVT.

Ossebi Baza, que desembarcou 67 passageiros em Lomé provenientes de Abidjan (Côte d'Ivoire) e de Accra (Ghana), afirmou estar à vontade na sua profissão sem complexo por exercer uma profissão geralmente praticada pelos homens.

Segundo a companhia, a ASKY dispõe de dois co-pilotos mulheres que garantem o transporte de passageiros nas suas linhas.

Criada há cinco anos, a ASKY tem a sua sede e hub em Lomé e efetua voos para várias cidades africanas da África Ocidental e Central.

-0- PANA FAA/TBM/SOC/MAR/TON 29janeiro2015

29 Janeiro 2015 15:49:56




xhtml CSS