Congo promete criar condições de diálogo para retorno à paz na região

Brazzaville, Congo (PANA) - O novo presidente da Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos (CIRGL) e chefe de Estado congolês, Denis Sassou Nguesso, anunciou quinta-feira, em Brazzaville, no final da VII cimeira da CIRGL, a criação de  condições necessárias de diálogo para dar um novo impulso ao retorno da paz na região.

"Durante o meu mandato como cabeça da CIRGL, penso criar as condições necessárias de diálogo para dar um novo impulso ao retorno da paz na nossa  região", declarou Nguesso, acrescentando que os atores das várias crises serão  envolvidos  nas iniciativas a tomar.

De acordo com o presidente congolês, todas as construções para a paz na região dos Grandes Lagos recomendam federar as energias e  progredir sempre  juntos, de maneira solidária e resoluta.

"Eis então o tempo da paz, da concórdia e da  fraternidade renovada. Precisamos de uma demarche de coração e de razao para que cesse  a repetição de tensões e violência  nos Grandes Lagos", realçou Sassou Nguesso.

"Este é o nosso sacerdócio e nós podemos, pois, Angolanos, Burundeses,  Centroafricanos,  Congoleses, Quenianos, Ugandeses, Rwandeses,  Sudaneses, Sul-Sudaneses, Tanzanianos,  Zambianos, irmãos e  irmãs, somo-lo e sê-lo-emos sempre", indicou  o chefe de Estado congolês, convidando todos a superar "os egoísmos nacionais".

Sassou Nguesso lançou, por outro lado, um forte apelo a todos os parceiros bilaterais e multilaterais, a favor do acompanhamento do seus esforços.

-0- PANA MB/IS/DIM/IZ 19out2017

20 Outubro 2017 08:14:27


xhtml CSS