Congo envia 200 soldados suplementares à República Centro Africana

Brazzaville, Congo (PANA) - O chefe do Estado congolês, Denis Sassou Nguesso, anunciou, em Brazzaville, o envio de 200 soldados suplementares à República Centro Africana (RCA) para reforçar a sua presença no seio da Missão de Consolidação da Paz neste país (MICOPAX).

"Devemos enviar cerca de 200 homens além dos 150 que já estão lá para que o contingente do Congo atinja 350 homens e isto deve ser feito com urgência", declarou segunda-feira o Presidente congolês após o seu regresso de Addis Abeba, na Etiópia, onde ele participou no cinquentenário da União Africana.

"Reafirmamos a necessidade de os Estados da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC) intervirem primeiro e com urgência porque os nossos chefes dos Estados-Maiores se reuniram em Libreville (Gabão) há alguns dias e anunciaram uma série de medidas e as contribuições dos Estados-membros para o reforço das capacidades da MICOPAX em Bangui (RCA) porque era preciso avaliar o nível de intervenção para que ela atinja dois mil homens", precisou Sassou Nguesso.

O Presidente congolês defendeu que "todos os Estados da CEEAC deveriam fazer o mesmo".

Desde 24 de março último e a destituição pela coligação Séléka do Presidente François Bozizé, a República Centro Africana está confrontada com problemas de segurança.

-0- PANA MB/JSG/MAR/TON 28maio2013

28 Maio 2013 13:14:31




xhtml CSS