Congo e Itália abordam formação de estudantes congoleses nas universidades italianas

Brazzaville, Congo (PANA) - O Congo e a Itália perspetivam um quadro de cooperação que permitir aos estudantes congoleses formarem-se nas universidades italianas, anunciou quinta-feira o ministro congolês do Ensino Superior, Bruno Jean Richard Itoua, citado num comunicado oficial em Brazzaville.

"Queremos estabelecer com as práticas do passado para obtermos mais bolsas italianas que não são muitas atualmente. Temos hoje necessidades enormes para o nosso país, nomeadamente nos setores da medicina, da engenharia, da agronomia, de minas e do petróleo. Penso que, com a Itália, podemos ter várias soluções", indicou  Itoua no termo dum encontro com o embaixador da Itália no Congo, Andrea Mazzella,

Por sua vez, o diplomata italiano considerou, no quadro da cooperação bilateral, haver já boas relações.

"E o nosso desejo será intensificar e melhorar esta relação. Há uma forte procura dos estudantes congoleses para estudarem na Itália, isto foi igualmente um assunto de discussão com o ministro Itoua, ou seja para iniciar as aulas italianas no Congo, ou reforçar este meio de comunicação e de formação nas universidades italianas", declarou Mazzella.

O acordo, que poderá ser assinado entre os dois países, permitirá, entre outros, a colaboração entre as universidades dos dois Estados, lê-se na nota.

-0- PANA MB/JSG/MAR/DD 29dez2016

29 Dezembro 2016 15:05:12


xhtml CSS