Congo e Ordem de Malta/França assinam acordo de cooperação sanitária

Brazzaville, Congo (PANA) – A ministra congolesa da Saúde e População, Jacqueline Lydia Mikolo,  e o presidente das Obras Hospitalares Francesas da Ordem de Malta, Yann Baggio, assinaram,  terça-feira, em Brazzaville, um acordo de cooperação sanitária, anunciou esta quarta-feira, a rádio pública.

O protocolo de acordo define os eixos de cooperação sanitária a fim de, no tocante às Obras Hospitalares Francesas da Ordem de Malta, contribuir para a realização das campanhas de imunização, a assistência médica dos pacientes da lepra, da malária, da tuberculose, da desnutrição, das doenças tropicais negligenciadas e das patologias ligadas à mortalidade infantil.

A Ordem de Malta participará igualmente no plano de resposta às endemias, na formação do pessoal sanitário e abastecerá estruturas de saúde de equipamentos, de medicamentos, de  vacinas e de outros consumíveis.

« A nível de Likouala (norte), nomeadamente, este acordo vai permitir-nos reforçar a nossa ação na assistência sanitária da população autóctone, na redução da taxa de mortalidade infantil e melhorar a proteção materna através da gestão de Saint Kisito (Igreja católica), em Brazzaville », explicou Yann Baggio.

Do seu lado, a ministra Mikolo congratulou-se com a assinatura deste acordo na medida em que a Ordem de Malta está disposta a ajudar o Congo na oferta de serviços sanitários de qualidade à população residente em localidades recônditas, às vezes de difícil acesso.

A Ordem de Malta realiza, há já vários anos, projetos sanitários no Congo, nomeadamente na região de Likouala.

Além do Congo, a Ordem de Malta intervém numa vintena de países da África Subsariana, refere-se.

-0- PANA MB/JSG/FK/DD 1fev2018

01 فبراير 2018 10:55:57


xhtml CSS