Congo denuncia manutenção na lista negra da União Europeia

Brazzaville, Congo (PANA) – O Governo congolês denunciou, quarta-feira, em Brazzaville, a manutenção do seu país na lista negra da União Europeia (UE), declarou o seu ministro dos Transportes e Aviação Civil, Gilbert Mokoki.

O ministro congolês aproveitou a oportunidade da organização, na capital congolesa, da sexta reunião dos diretores-gerais da Aviação Civil da região África-Oceano Indico, para interpelar a Organização da Aviação Civil Internacional (OACI).

Em 2009, a OACI colocou a República do Congo na lista dos países de risco, antes de o retirar finalmente em 2013, depois dos esforços realizados pelo Governo congolês para a melhoria das normas de certificação das suas instalações aeroportuárias.

Igualmente o primeiro-ministro congolês, Clément Mouamba, considerava-se na abertura dos trabalhos dos diretores-gerais da região África-Oceano Índico que « a organização aqui em Brazzaville da sexta reunião testemunha o engajamento do meu país nas atividades da nossa organização, por um lado, e da importância que o meu Governo dedica ao reforço da cooperação com a OACI, por outro ».

-0- PANA MB/SSB/MAR/IZ 3nov2016

03 Novembro 2016 18:22:08




xhtml CSS