Comissão da CEDEAO preocupada com ataque da Embaixada da Nigéria na Guiné-Bissau

Abuja, Nigéria (PANA) – A Comissão da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) declarou-se “preocupada e consternada“ com o ataque contra a Embaixada da Nigéria e a linchagem à morte de cidadãos deste país na capital bissau-guineense.

« É deplorável que numa altura em que a CEDEAO e os seus Estados-membros, em particular a Nigéria, não poupam esforço para garantir a solvabilidade da Guiné-Bissau e resolver as múltiplas crises com as quais ela está confrontada, indivíduos mal avisados atacam cidadãos da Comunidade duma forma tão ignóbil », denuncia a Comissão da CEDEAO num comunicado transmitido esta sexta-feira à PANA em Abuja.

« A Comissão condenou sem reservas este ato repreensível e apelou às autoridades de transição para realizar um inquérito aprofundado sobre o incidente com vista a esclarecer e julgar os seus autores” , acrescentou o comunicado.

A Comissão apresentou igualmente « as suas sentidas condolências e a sua simpatia » ao Governo e ao povo nigerianos, bem como às vítimas e aos seus próximos.

« A CEDEAO acredita firmemente no respeito do Estado de Direito e na resolução de qualquer crime por procedimento judicial », garante o comunicado.

O Presidente da Nigéria, Goodluck Jonathan, já ordenou a abertura dum inquérito sobre o assassinato de três dos seus cidadãos e a sua suposta implicação no desaparecimento duma criança, bem como no ataque da Embaixada da Nigéria em Bissau.

-0- PANA SEG/NFB/JSG/FK/TON  11out2013

11 Outubro 2013 14:12:01




xhtml CSS