Cinco países africanos eleitos membros do Conselho de Paz e Segurança da UA

Paris, França (PANA) – A Argélia, a Guiné Equatorial, Moçambique, o Uganda e a Nigéria foram eleitos sexta-feira última em Addis Abeba, a capital etíope, membros do Conselho de Paz e Segurança (CPS) da União Africana (UA),  soube a PANA sábado em Addis Abeba, na Etiópia.

A Nigéria, que já era membro cessante do CPS, e os quatro outros foram eleitos para um mandato de dois anos no termo da 353ª sessão do CPS.

O CPS, que se reuniu sexta-feira à noite, em prelúdio à XX cimeira da UA, consagrou grande parte dos seus trabalhos às tensões entre o Sudão e o Sudão Sul.

"Precisamos de estratégias eficazes para restabelecer a paz e a segurança. Esta reunião do Conselho de Paz e Segurança oferece uma oportunidade  única para reafirmar esta aspiração”, declarou na abertura da sessão o Presidente do Quénia e do CPS, Mwai Kibaki.

Os líderes africanos passaram em revista durante o CPS a aplicação de diferentes acordos de paz concluídos entre o Sudão e o Sudão Sul, sob a égide do Painel de Alto Nível da UA presidido pelo ex-Presidente sul-africano, Thabo Mbeki.

As tensões entre os dois países e outras situações de conflito no continente deverão largamente ser abordadas durante a XX cimeira da UA que se inicia este domingo em Addis Abeba sob o lema principal "Pan-africanismo e Renascimento Africano".

Vários chefes de Estado já estão na capital etíope, dos quais o Beninense Yayi Boni (também Presidente em exercício da UA), o Sul-africano Jacob Zuma, o Sudanês Omar El Béchir, o Sul-sudanês Salva Kir, o Ivoiriense Alassane Ouattara e o Senegalês Macky Sall.

O Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, era aguardado sábado último à noite na capital etíope.

-0- PANA SEI/AAS/SOC/FK/DD 27jan2013

27 Janeiro 2013 12:06:26




xhtml CSS