Cidade de Danané cai nas mãos de um novo movimento rebelde

Abidjan- Côte d'Ivoire (PANA) -- A cidade de Danané, a 626 km a nordoeste de Abidjan, terá caido esta quinta-feira nas mãos de um movimento rebelde, que se manifesta pela primeira vez no terreno, soube-se de fonte militar bem informada na capital ivoirense.
Segundo a fonte, o grupo designado Movimento patriótico ivoirense do Grand Ouest (Mpigo), composto por uma centena de homens bem armados, é dirigido por um certo sergento Félix Doe, antigo membro da guarda do falecido general Guei Robert, ex-chefe da junta militar ivoirense destituída.
Fontes militares francesas contactadas por telefone pela PANA confirmam a existência de combates em Danané, localidade que confina com as fronteiras guineense e liberiana,mas sem precisar a sua importância, nomeadamente no que concerne as forças em presença.
Numa declaração feita a uma rádio estrangeira, o sargento Félix Doe afirmou que o movimento que dirige pretendia "vingar" a morte do antigo presidente do Comité nacional da salvação pública (CNSP), órgão dirigente do governo militar de transição que presidiu os destinos da Côte d'ivoire de 24 de Dezembro de 1999 a 24 de Outubro de 2002.
Desde a morte do general Guei Robert, executado pelas forças de de defesa e segurança a 19 de Setembro último, ao mesmo tempo que sua esposa Rose Doudou, membros da sua família e sua guarda, registam-se vivas tensões no Oeste deste país.
Os partidários do general Guei levavam a cabo uma verdadeira caça ao homem contra os militantes da Frente popular ivoirense (FPI, no poder), destruindo e queimando mais de 300 casas e fazendas, nomeadamente na comuna de Biakouma, terra natal do general.

28 Novembro 2002 17:16:00


xhtml CSS