CICV apela para respeito da vida e dignidade humana na RCA

Abidjan, Côte d’Ivoire (PANA) – O Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV) exprimiu esta sexta-feira a sua preocupação pela intensificação dos combates e das violências intercomunitárias na República Centro Africana (RCA), apelando a todas as partes em conflito,  a todos os responsáveis de grupos armados e a todos os portadores de armas para respeitar a vida e a dignidade humana, poupar a população civil e facilitar uma ação humanitária neutra, independente e imparcial.

A diretora regional do CICV para África, Patricia Danzi, indicou num comunicado que desde finais de setembro último dezenas de pessoas morreram e centenas de outras ficaram feridas em Bangui.

As consequências desastrosas destes combates impediram com que várias centenas de crianças doentes e de mulheres grávidas se deslocassem a uma clínica ou a uma maternidade.

Milhares de famíias estão desalojadas depois de as suas casas serem incendiadas e os seus meios de subsistência destruídos.

Os confrontos entre grupos armados, as violências intercomunitárias e a multiplicação dos atos criminosos afetam todos os segmentos da população centro-africana e a situação humanitária está deteriorar-se inexoravelmente.

« Enquanto uma ação de socorro rápida e eficaz será necessária, o pessoal do Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho não está em condições de assistir os feridos e as pessoas necessitadas », deplorou Danzi.

Em setembro último, o CICV exprimiu as suas preocupações pelas consequências humanitárias da subida de novas violências que abalam há vários dias a capital centro-africana, Bangui.

-0- PANA BAL/BEH/IBA/FK/TON 6nov2015

06 Novembro 2015 18:57:20




xhtml CSS