China promete empenhar-se na busca da paz em Darfur

Dakar- Senegal (PANA) -- O embaixador da China no Senegal, Lu Shaye, declarou quinta-feira, em Dakar, o compromisso do seu país, no quadro da sua cooperação militar com África, à busca de uma solução para a crise em Darfur, a região ocidental sudanesa abalada pela guerra civil há quatro anos.
Segundo o embaixador, o secretário de Estado chinês para os Assuntos Africanos já se deslocou ao terreno e reuniu-se com as autoridades sudanesas.
Shaye indicou que a China julga que a resolução do problema de Darfur passa pelo desenvolvimento económico da região, estimando que são as questões ligadas à gestão da água e da terra que provocaram querelas entre as diferentes partes implicadas neste conflito.
"Portanto, é preciso procurar resolver primeiro estes dois problemas para gerir a crise que assola Darfur", declarou.
No continente, as Forças Armadas Chinesas estão presentes em todos as zonas de tensão, nomeadamente, na República Democrática do Congo (RDC), na Côte d'Ivoire, na Libéria e em Darfur, para as operações de manutenção da paz junto das forças da ONU, fazendo assim da China o primeiro fornecedor de forças de manutenção da paz em África entre os cinco países membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

06 Fevereiro 2009 20:24:00




xhtml CSS